Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Partilhe esta Página

 Só Grandes Músicas 


 Sistema Flying

Rastreamento Aéreo


 

Visite e curta o AviComTur


 


Fortaleza - CE


 

Natal - RN


 

Recife - PE


  

 

Salvador - BA


 

Rio de Janeiro - RJ


 

São Paulo - SP


 

New York


 

San Francisco - California


 

Portugal - Porto


 

 

Dubai - Emirados Árabes Unidos


 

França - República Francesa 


  

Grécia - República Helênica




 



Total de visitas: 79629
CRUZEIRO
CRUZEIRO

AviComTur

Aviação Comercial e Turismo


CRUZEIRO (VARIG/CRUZEIRO)

CRUZEIRO

Boeing 727-100

______________________________________________________________________

CRUZEIRO

Boeing 737-200

______________________________________________________________________

Os Serviços Aéreos Cruzeiro do Sul, também chamada de Cruzeiro do Sul ou simplesmente Cruzeiro, foi uma antiga companhia aérea brasileira. Inicialmente chamado de Syndicato Condor Ltda foi oficialmente constituída em 01/12/27 no Rio de Janeiro. Herdeira da operação do Condor Syndikat, empresa criada por pioneiros da aviação alemã, posteriormente incorporado pela Lufthansa. A empresa nasceu operando entre o Rio de Janeiro e Porto Alegre, mas logo expandiu seus serviços até Natal. Os vôos eram operados por Dorniers Val e Junkers G24.

A década de 70 começou mal para a empresa, sendo que a mesma encontrou crescentes dificuldades para competir com a Varig, VASP e com o crescimento da Sadia/Transbrasil. Quando finalmente obteve a chance de renovação de sua frota com a aquisição de 6 Boeing 737-200, a CRUZEIRO se viu envolvida em negociações onde VASP e VARIG disputaram seu controle acionário, sendo que em 22/05/1975 a Cruzeiro foi adquirida pela Fundação Rubem Berta, controladora da Varig. Deixava de existir uma das pioneiras de nossa aviação. A marca e o nome, porém, foram mantidos e a Varig usava a Cruzeiro para ter direitos a mais rotas e obter um faturamento de 2 empresas. Como na compra dos 4 Airbus A300/B4, que foram negociados com o consórcio Airbus Industries pela Cruzeiro, até por ser um produto desconhecido, os dois primeiros aviões matriculados PP-CLA e PP-CLB fizeram tanto sucesso na rota para Miami, que o FAA fez questão de lembrar a VARIG que a rota era da VARIG e não da CRUZEIRO, então os outros dois aviões chegaram para a VARIG e receberam os prefixos PP-VND e PP-VNE. Outra situação em que a CRUZEIRO foi usada como laboratório foi no experimento de meses com o MD82, matriculado PP-CJM, no entanto o avião chegou a ter 6 unidades prospectadas pela CRUZEIRO, mas uma alta do dólar enterrou os planos e o PP-CJM foi devolvido após o período de experiência.

Embora Varig e Cruzeiro do Sul foram mantidas como empresas separadas que funcionam como um consórcio, na realidade frequências e frotas foram integrados e racionalizados, a fim de evitar a duplicação de serviços. Desde que em 1975 havia apenas quatro companhias aéreas nacionais que operam no Brasil (Varig, Cruzeiro, Vasp e Transbrasil) e o mercado era rigidamente regulados, o governo destinou um máximo de 45% da quota de mercado para o consórcio Varig/Cruzeiro sendo o restante dividida entre as outras duas linhas aéreas. O consórcio teve, porém, o monopólio das rotas internacionais e operado em todas as grandes cidades brasileiras. Em 1979, a Cruzeiro comprou dois Airbus A300B4. Em 14 de junho, 1983 Cruzeiro usando suas concessões abriu novos serviços internacionais para Port of Spain e Bridgetown e mantidos os existentes para Montevidéu, Buenos Aires, La Paz, Santa Cruz de la Sierra, Iquitos, Paramaribo e Caiena. Em 1986, a frota de Cruzeiro consistia de dois Airbus A-300, 6 Boeing 727-100 e 6 737-200. Na área econômica no entanto, o déficit, desde a compra da Varig nunca deixou de crescer. Finalmente, no dia 1 de janeiro de 1993 Cruzeiro do Sul deixou de existir quando foi totalmente absorvido Varig. Em 1997, o último 737-200 ainda pintados com o esquema de cores do Cruzeiro e com o registro Cruzeiro recebeu as cores da Varig. Seus traços desapareceram em 2001 quando os aviões PP-CJN, CJO, CJR, CJT. Por ironia do destino o PP-CJT ainda voltou a VARIG quando esta teve severos problemas de frota em 2002.

 

______________________________________________________________________

 Folheto A-300

Airbus A-300 - conforto a bordo.

 _____________________________________________________________________

A-300 Cruzeiro

Airbus A-300 - aeroporto Galeão - RJ.




AviComTur - Aviação comercial e Turismo.




 


AviComTur

Aviação Comercial e Turismo


 Boeing

Boeing 737



Notícias Aviação/Turismo


Novidades do Site


 

Aviso

Importante:

Este website está passando por modificações e adaptações. Alguns dos novos conteúdos estão ainda restritos em sua área administrativa. Você poderá encontrar algumas páginas em modificações e/ou construções.

Pedimos a sua compreensão e que aguarde o conteúdo dessas páginas em breve.

Obrigado pela Atenção!

Equipe AviComTur.


 

Boeing 707-320


 

Boeing 707-320 Projeto


  

Boeing 717


 

Boeing 727-100


 

Boeing 727-200


  

Boeing 727-200 Projeto


 

 

 Boeing 737


 

Boeing 737-100


 

Boeing 737-200


 

Boeing 737-800



 

 AviComTur 

Aviação Comercial e Turismo